Select Page

CTESP – Gestão Industrial

CTESP gestao industrial ISCIA aveiro

CTESP

Gestão Industrial

Departamento de Gestão e Relações Internacionais

Coordenação

Marlene Brito

Fundamentação

A criação do CTeSP em Gestão Industrial teve como base a constatação da necessidade de criação de uma nova oferta formativa na área da gestão,  de forma a dar resposta à continua procura por parte do tecido empresarial da região de Aveiro de profissionais com capacidade de resolver problemas complexos, integrando conhecimentos científicos, tecnológicos e de gestão, no âmbito da concepção e operacionalização de sistemas produtivos.

Na base da criação deste curso estão os seguintes pressupostos:

– A gestão industrial configura-se atualmente como uma das principias ferramentas para a melhoria contínua, o desenvolvimento sustentável e a competitividade das organizações empresariais qualquer que seja a sua atividade económica;

– Elevado número de pessoas na região com habilitações ao nível do ensino secundário com condições para obter uma especialização técnica superior;

– Elevado número de entidades parceiras que, desde o início, manifestou interesse em colaborar com o desenvolvimento do curso, evidenciando disponibilidade quer para emitir parecer favorável ao curso, quer para acolher estudantes no período de estágio, obtendo-se um número significativo de propostas, que corresponderam às necessidades de colocação.

Em síntese, o curso proposto, visa colmatar a falta de oferta formativa do nível V na área da Gestão Industrial e além de permitir a obtenção de uma especialização profissional de imediato, cria condições para o prosseguimento de estudos no futuro, com condições privilegiadas na frequência de outros cursos superiores.

CTESP gestao industrial ISCIA aveiro

Saídas Profissionais

Quadros médios ou superiores em empresas industriais ou de serviços, em empresas de consultoria ou de assessoria técnica, bem como em outras organizações (públicas ou privadas), nos domínios da gestão industrial (produção, aprovisionamentos, logística, qualidade, manutenção) e da gestão de projetos in- dustriais (reestruturação de operações, auditorias e avaliações de impacto, planeamento, preparação, execução e controlo).

Oferta Computador Portátil ISCIA Aveiro

Objetivos Gerais

O Curso Técnico Superior em Gestão Industrial visa formar profissionais aptos a desenvolver atividades de gestão industrial, ao nível do planeamento e controlo de planos de produção contínua, descontínua ou por projeto, da logística e do aprovisionamento, da manutenção industrial, da qualidade, da segurança higiene e saúde no trabalho e dos recursos humanos e dos sistemas de custeio dos produtos. Ficarão habilitados nomeadamente a:

  1. Organizar a produção numa unidade industrial e optimizar os recursos de acordo com os objectivos pretendidos;
  2. Organizar e gerir os recursos humanos tendo em vista a otimização operacional e a concretização de objetivos estratégicos garantindo os níveis de satisfação, higiene e segurança no trabalho e saúde ocupacional;
  3. Participar no desenvolvimento, análise e controlo da qualidade, promovendo a melhoria contínua nos processos produtivos de acordo com as normas de higiene, segurança e ambiente de trabalho;
  4. Apoiar na industrialização de novos produtos;
  5. Colaborar nas atividades internas e no seu custeio e elaborar relatórios de suporte ao controlo de gestão;
  6. Projetar, implementar e/ou apoiar a implementação de layout industrial com recurso a sistemas de controlo, supervisão e automação dos processos produtivos;
  7. Gerir e coordenar projetos;
  8. Organizar o serviço de manutenção e assistir tecnicamente a produção, intervindo em caso de anomalias e avarias, tendo em vista a satisfação e acompanhamento do processo produtivo;
  9. Acompanhar e analisar o serviço de aprovisionamento e gestão de stocks da empresa tendo em vista a sua adequação ao processo produtivo, com o objetivo de evitar ruturas de stocks e reduzir custos;

Pontos Fortes

– Oferta única formativa de nível V em Gestão Industrial na região de Aveiro;
– Condições para o prosseguimento de estudos no futuro, com condições privilegiadas na frequência de outros cursos superiores;
– Adequação às necessidades do tecido empresarial da região;
– Nível de competências e experiência profissional elevadas da equipa de docentes nas áreas da Gestão Industrial;
– Metodologia de ensino que promove a prática, o espírito criativo e a autonomia dos alunos;
– Turmas pequenas, dinâmicas de trabalho de grupo e clima de proximidade;
– Estágio curricular obrigatório;
– Constitui um excelente reforço ao existente no DETMAR, e fortalecerá a estratégia de crescimento do mesmo.

Oportunidades

– Inexistência de oferta formativa similar na Região de Aveiro;
– Curso com elevado reconhecimento e procura;
– Mercado internacional de alunos com grande potencial;
– Aproveitar melhor as sinergias com os ex-Estudantes;
– Alavancar as atividades do curso com Fundos Comunitários.

CTESP gestao industrial ISCIA aveiro cover
Objetivos de Aprendizagem (Conhecimentos)

CONHECIMENTOS:

  • Conhecimentos abrangentes de Matemática aplicada na gestão Industrial.
  • Conhecimentos abrangentes de língua inglesa no quotidiano socioprofissional e de terminologia técnica em língua inglesa.
  • Conhecimentos especializados sobre a gestão das organizações para as suas fases do planeamento, organização, direção e controlo e de um sistema integrado de informação no contexto da tomada de decisão empresarial.
  • Conhecimentos abrangentes da promoção da cultura da segurança, higiene e saúde no ambiente de trabalho.
  • Conhecimentos abrangentes que permitam a promoção da motivação para a qualidade.
  • Conhecimentos especializados da legislação laboral
  • Conhecimentos especializados dos princípios aplicados em Gestão da Cadeia de abastecimento.
  • Conhecimentos especializados de leitura e interpretação e representação de formas, peças e componentes simples, utilizando a linguagem gráfica e técnicas de representação convencionadas no desenho técnico em geral e por métodos convencionais e assistidos por computador.
  • Conhecimentos especializados dos princípios aplicados em planeamento industrial.
  • Conhecimentos especializados de análise de custeio e de gestão orçamental.
  • Conhecimentos profundos de gestão de custos com Indicadores de Controlo de Gestão que conduzam á redução continua de custos de produção.
  • Conhecimentos especializados dos diferentes processos de produção.
  • Conhecimentos especializados da interacção entre o comportamento das pessoas, o processo de gestão, o contexto organizacional, os processos organizacionais e a execução do trabalho que permitam a promoção da motivação para a qualidade.
  • Conhecimentos profundos relacionados com o desenvolvimento, implementação e gestão de Sistemas de Gestão da Qualidade
  • Conhecimentos especializados relacionados com o desenvolvimento, implementação, processos e gestão da produção
  • Conhecimentos profundos relacionados com o desenvolvimento, implementação e gestão da Manutenção
  • Conhecimentos especializados sobre a gestão de projetos e sistemas de informação.

 

Objetivos de Aprendizagem (Aptidões)

Aptidões:

  • Identificar e preparar a planificação e programação da produção.
  • Desenvolver o plano de produção.
  • Aplicar as metodologias de controlo de produção.
  • Analisar, organizar,avaliar e acompanhar a produção.
  • Dinamizar e acompanhar e liderar equipas de produção.
  • Estabelecer a ligação com outros departamentos.
  • Promover a cultura e as atividades de Segurança e Saúde no Trabalho.
  • Acompanhar a planificação e programação da manutenção.
  • Identificar as melhores opções estratégicas nos diferentes contextos de gestão de recursos humanos.
  • Pesquisar e aplicar a legislação, regulamentos e normas inerentes aos diferentes contextos de intervenção.
  • Aplicar as técnicas de organização do trabalho no desenvolvimento das rotinas.
  • Utilizar as aplicações informáticas e a Internet na elaboração de documentos e na organização do trabalho.
  • Aplicar as competências linguísticas na comunicação e no processamento de texto em língua portuguesa e em língua estrangeira.
  • Analisar e aplicar a legislação, regulamentos e normas inerentes aos diferentes setores específicos de intervenção.
  • Promover as etapas da implementação de sistemas de gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança.
  • Elaborar documentação técnica e específica da organização e gestão da produção.
  • Colaborar na implementação de sistemas integrados de gestão.
  • Gerir a implementação de projetos de melhoria continua de processos considerando a produtividade e a segurança, higiene e saúde no ambiente de trabalho

 

     

    Objetivos de Aprendizagem (Atitudes)

    Atitudes:

      • Demonstrar capacidade de planificação e organização.
      • Demonstrar capacidade de atualização permanente, quer a nível técnico e tecnologico, quer a nível da legislação.
      • Demonstrar capacidade de gerir equipas de trabalho, de liderança e de coordenação de projetos.
      • Demostrar capacidade de adaptação de comportamentos de estabilidade emocional e resistência ao stress.
      • Demonstrar princípios e práticas de autonomia, rigor, sentido de responsabilidade e comportamento ético.
      • Demonstrar capacidade para a promoção da mudança e inovação.
      • Demonstrar polivalência, elevada criatividade e espírito de iniciativa.
      • Demonstrar pró-atividade, assertividade e orientação para resultados.
      • Demonstrar capacidade de tomada de decisão.
      • Demostrar capacidade de comunicação com interlocutores diferenciados, facilitando o relacionamento interpessoal a nível interno e externo.
      • Demonstrar espírito crítico, adaptabilidade e flexibilidade a novas situações.
      • Demonstrar capacidade de cumprimento de prazos, horários e procedimentos pré-definidos.

       

      Áreas Científicas Fundamentais

      345 – Gestão e administração

      Unidades Curriculares, Horas Totais, ECTS e Componente

       

      Unidades Curriculares Horas Totais ECTS Componente
      Matemática Aplicada 48 6  
      Investigação Operacional 48 6  
      Gestão da Produção 48 6  
      Organização e Gestão de Empresas 32 4  
      Inglês Técnico 32 4  
      Introdução ao Direito e Direito do Trabalho 32 4  
      Análise e Controlo de Custos 32 4  
      Desenho Técnico Computacional 48 6  
      Gestão da Manutenção 32 4  
      Métodos e Organização do Trabalho 48 6  
      Gestão da Cadeia Logística e Armazéns 48 6  
      Tecnologias e Sistemas de Informação 32 4  
      Liderança e Gestão de Recursos Humanos 48 6  
      Higiene e Segurança no Trabalho 32 4  
      Gestão da Qualidade Total 32 4  
      Gestão de Projetos 32 4  
      Planeamento Industrial 32 4  
      Gestão de Operações 48 6  
      Estágio      
             
           

       

      Unidades Curriculares, Horas de Contacto e Duração

       

      Unidades Curriculares Horas de Contacto Duração
      T TP PL TC E S OT semestral anual
                         
                         

      (T) –Teóricas

      (TP) – Teórico-práticas

      (PL) – Práticas laboratoriais

      (TC) – Trabalho de Campo

      (E) – Estágios

      (S) – Seminários

      (OT) – Orientações tutoriais

      Unidades Curriculares e Docentes propostos

      Unidades Curriculares

      Docentes

      Grau

      (Área)

      Título Especialista

      (Área)

      Matemática Aplicada

      Manuela Maia

       

       

      Investigação Operacional

      Pedro Cardoso

      Doutoramento em Gestão

       

      Gestão Produção

      Marlene Brito

      Doutoramento em Gestão Industrial

       

      Organização e Gestão Empresas

      Nuno Costa

      Mestrado

      Especialista Gestão Logística

      Inglês Técnico

      Carla Quinteles

       

       

      Introdução ao Direito e Direito do Trabalho

      Vera Petiz

       

       

      Análise e Controlo de Custos

      Joaquim Rocha

      Licenciatura

       

      Desenho Técnico Computacional

      Ana Cabrinha

      Mestrado

       

      Gestão da Manutenção

      Pedro Cardoso

      Doutoramento em Gestão

       

      Lean Manufacturing

      Marlene Brito

      Doutoramento em Gestão Industrial

       

      Gestão da Cadeia Logística e Armazéns

      Nuno Costa

      Mestrado

      Especialista Gestão

      Tecnologias e Sistemas de Informação

      Rui Isidro

       

       

      Liderança e Gestão de Recursos Humanos

      Mara Galante

       

       

      Higiene e Segurança no Trabalho

      Maria Antónia Gonçalves

      Doutoramento em Gestão Industrial

       

      Gestão da Qualidade Total

      Raquel Silva

      Licenciatura

       

      Gestão de Projetos

      Pedro Cardoso

      Doutoramento em Gestão

       

      Planeamento Industrial

      Daniela Jesus

      Licenciatura Em. Gestão Industrial

       

      Gestão de Operações

      Marlene Brito

      Doutoramento em Gestão Industrial

       

      Estágio

       

       

       

      Duração do ciclo de estudos:

      4 Semestres

       

      Bolsas de Estudo

      Sabias que te podes candidatar a uma Bolsa de Estudo?
      Consulta aqui as várias possibilidades:

      DGES/DSAE
      Bolsas de Estudo da Direção Geral de Ensino Superior (DGES/DSAE) atribuída a Estudantes do Ensino Superior

      Outros apoios a estudantes
      Consulte aqui uma lista de entidades que atribuem apoios a estudantes do ensino superior, sob a forma de bolsa.
      https://www.dges.gov.pt/wwwnee/

      Bolsas de estudo para Frequência no Ensino Superior de Estudantes com incapacidade igual ou superior a 60%
      A atribuição de Bolsas de Estudo para Frequência no Ensino Superior de Estudantes com incapacidade igual ou superior a 60% dispõe de regulamento próprio, aprovado pelo Despacho n.º 8584, de 29 de setembro de 2017, de acordo com o qual os estudantes elegíveis podem solicitar a concessão de uma bolsa de estudo correspondente ao valor da propina efetivamente paga.

      Bolsas de estudo por mérito
      As bolsas de estudo por mérito são atribuídas pelos estabelecimentos de Ensino Superior Público e Privado, aos estudantes com aproveitamento excecional, independentemente dos seus rendimentos, de acordo com o Regulamento de Atribuição de Bolsas de Estudo por Mérito a Estudantes de Instituições de Ensino Superior.
      Regulamento disponível aqui.

      + INFO

       

      Estatuto de Estudante

      Estatuto do Estudante

      Em determinadas situações previstas na legislação, os estudantes poderão usufruir de regalias especiais, desde que comprovem reunir as condições necessárias para o estatuto.

      Estatutos disponíveis para os estudantes do Ensino Superior

       

      Trabalhador-Estudante

      Pode usufruir quem…

      • For trabalhador por conta de outrem;
      • For Trabalhador por conta própria;
      • Frequentar um curso de formação profissional ou programa de ocupação temporária de jovens com duração igual ou superior a seis meses;

      O reconhecimento do estatuto trabalhador estudante depende da entrega nos Serviços Académicos, da declaração da entidade patronal carimbada pela Segurança Social ou com o número de subscritor da Caixa Geral de Aposentações para os trabalhadores por conta de outrem e fotocópia da declaração de início de atividade para o trabalhador por conta própria

       

      Bombeiro

      Podem usufruir do estatuto…

      • Os bombeiros dos corpos profissionais, mistos ou voluntários, com pelo menos dois anos de serviço efetivo

      Benefícios

      • Requerer um exame por cada unidade curricular em cada ano letivo para além dos exames nas épocas normais e de recurso;
      • Poder faltar às aulas devido à comparência em atividade operacional, quando requerida pelo comandante do corpo de bombeiros;
      • Realizar, em data a combinar com o docente, os testes escritos a que não tenham podido comparecer comprovadamente por motivo do cumprimento da atividade operacional.

       

      Estudante-Atleta

      A prática regular da atividade física e desportiva, em contexto escolar e académico, é reconhecidamente um importante complemento no percurso do estudante, com vista à sua formação integral enquanto indivíduo, potenciando o desenvolvimento de hábitos saudáveis ao longo da vida “ (DL n.º 55/2019 de 24 de abril)

      Benefícios

      • Poder faltar para participar em competições oficiais;
      • Quando coincide com datas de competições, ver alteradas datas de testes, exames e frequências

       

      Militares em regime de contrato e de voluntariado

      • Os estudantes abrangidos por este estatuto beneficiam das disposições constantes do estatuto legal do trabalhador-estudante, salvaguardadas as especificidades decorrentes do serviço militar previstas no Artigo 3.º do Regulamento de Incentivos à prestação de serviço militar nos regimes de contrato e de voluntariado, aprovado pelo DL n.º 320-A/2000 de 15 de dezembro.

       

      Necessidades Educativas Especiais

      Os estudantes com Necessidades Educativas Especiais (NEE) são os que sentem dificuldades no processo de aprendizagem e participação no contexto académico, e/ou limitações nos domínios da audição, da visão, motor, da saúde física e outros, desde que devidamente atestados por especialistas dos domínios em causa

      • O estudante com NEE tem direito a um conjunto de apoios especializados e de adequações do processo de ensino/aprendizagem que se ajuste às suas necessidades;
      • É conferido aos estudantes com NEE a possibilidade de serem avaliados sob formas ou condições adequadas à sua situação.

       

      Pai/Mãe

      Este é o estatuto com mais especificidades, pois, as regalias variam conforme a idade dos filhos dos estudantes, ou caso a estudante esteja grávida ou tenha dado à luz há relativamente pouco tempo.

      Genericamente os benefícios possam por:

      • Realizar exames em época especial, de acordo com o calendário escolar, designadamente no caso de o parto coincidir com a época de exames e em casos devidamente justificados;
      • A dispensa das aulas para efeito de consultas médicas, sempre que etas não se possam realizar fora dos horários das aulas;
      • Ter acesso a um regime especial de faltas consideradas justificadas, sempre que devidamente comprovadas, para consultas pré-natais ou para prestar assistência, em caso de doença ou acidente.

       

      Como requerer o estatuto?

      Deves consultar a informação sobre a legislação em vigor para conhecimento dos documentos oficiais necessários, que atestem a necessidade de usufruir de um estatuto especial

       

       

       

      Requisitos de Acesso

      Podem candidatar-se a um CTeSP:
      Titulares de Curso Secundário ou de habilitação legalmente equivalente, em área(s) relevante(s) para o CTeSP
      Titulares de Curso Secundário ou de habilitação legalmente equivalente, em área(s) não relevante(s) para o CTeSP *
      Titulares de um Curso Profissional equivalente ao 12º ano
      Titulares de Cursos de Especialização Tecnológica (CET)
      Titulares de Diploma Técnico Superior Profissional
      Titular de outros graus de Ensino Superior
      Titulares aprovados nas provas especialmente adequadas destinadas a avaliar a capacidade para a frequência do ensino superior dos maiores de 23 anos

      * Prova de Avaliação de Conhecimentos
      A Prova de Avaliação de Conhecimentos (PAC) referida no artigo 9.º do Regulamento n.º 320/2017 de 16 de junho consiste numa prova escrita, com duração de 60 minutos, que permitam aferir os conhecimentos e aptidões correspondentes ao nível do ensino secundário na(s) área(s) relevante(s) de cada CTeSP, definidas nos respetivos despachos de registo:

      Consulta aqui a prova que terás de realizar

      Regulamento Cursos Técnicos Superiores Profissionais

      Informação Prática

      Horário
      De segunda a sexta-feira:
      Regime Pós-laboral (entre as 18:00 e as 23:00)

      Vagas
      20

      Propinas
      € 900,00 Anual ou € 90,00 Mensal (10 mensalidades para estudantes nacionais) *

      Emolumentos:
      € 100,00 Candidatura
      € 150,00 Matrícula Anual

      * Os estudantes internacionais, no ato da matrícula, farão o pagamento da mesma, bem como, o valor respeitante a um semestre de propina (metade do valor anual) de forma a podermos garantir a reserva de vaga. A concretização da matrícula deverá ser realizada, de forma presencial, até 30 de novembro, impreterivelmente, data em que a vaga será libertada para outro candidato.

      Consulte aqui a nossa tabela de emolumentos

      ECTS
      120

      Candidaturas

      A candidatura deverá ser submetida através do preenchimento do formulário de candidatura disponível na página de cada curso, juntamente com a seguinte documentação que é solicitada no mesmo:
      a) certificado de conclusão do ensino secundário, em formato discriminado, ou seja, com as disciplinas realizadas *.
      b) curriculum vitae
      c) declaração de identificação civil preenchida e assinada**
      d) fotografia tipo passe, devidamente identificada para efeitos de cartão de estudante.
      e) comprovativo de pagamento no valor de 100€

      * No caso de habilitações estrangeiras:
      Os candidatos têm de submeter um certificado validado para uma escola secundária portuguesa que confira habilitação de conclusão de ensino secundário.
      Mais informações em https://www.dge.mec.pt

      ** Cidadãos da União europeia: Cartão do Cidadão/Cartão de identidade ou passaporte. Cidadãos extra-comunitários: Título de residência, visto de estudante ou cópia do passaporte.

      A conclusão de um CTeSP confere um diploma de técnico superior profissional equivalente ao nível 5 do Quadro Nacional de Qualificação.

      O titulares de diploma de técnico superior profissional podem candidatar-se ao acesso e ingresso nos ciclos de estudo de licenciatura e integrados de mestrado do ensino superior público ou privado, com exceção do ensino superior militar ou policial, desde que reúnam as condições legalmente exigidas, através de um concurso especial próprio a si destinado.

      Nota Importante:

      A candidatura deverá ser realizada através do preenchimento do formulário de candidatura, anexando a documentação solicitada.
      Os documentos que necessitam ser autenticados, deverão ser entregues nos serviços académicos ou enviados por CTT, devidamente identificados, para a seguinte morada: 

      ISCIA
      Avenida Dom Manuel de Almeida Trindade (Santa Joana)
      Apartado 292.
      3810-488 AVEIRO – PORTUGAL

      Consulte aqui o calendário 2022/2023 de acesso aos cursos CTeSP.

       

      Translate »

      Newsletter

      Junta-te à nossa lista de emails para receberes as últimas novidades e atualizações da nossa equipa.

      SUBSCREVES-TE COM SUCESSO!

      Share This